O arrebatamento do Messias.




Bolsonaro tomou posse num clima de lua de mel, que é comum no início de qualquer governo no Brasil desde a era Vargas. A resposta para a pergunta se o governo Bolsonaro dará certo é: Não. Simplesmente pelo fato que esse otimismo todo, algo praticamente religioso, é interessantíssimo para o início de qualquer governo, mas requer de uma habilidade política que o atual presidente já provou não ter.


Essa eleição foi marcada principalmente pelos extremos, muito resultado dos erros e da ganância petista, mas o presidente militar cresceu com o discurso antipetista, Dória, sempre vestindo suéter caros, também tentou assumir esse discurso, mas a narrativa acabou sendo personificada na figura simplória e discurso fácil de Bolsonaro. A falta de habilidade política dos grupos tradicionais e o já cansado discurso do petismo deu espaço para as fake news, para o discurso fácil de frase pronta.


O marketing escancarado com os momentos antes da posse colocando o futuro presidente lavando as roupas (como se fosse normal termos cliques espontâneos de quando higienizamos nossas vestes). Hoje li pessoas que julgava sensatas, que escreviam que o feminismo estaria morto pois a primeira dama Michelle tomou o protagonismo ao fazer um discurso em Libras, uma decisão acertada pela ótica em dar o protagonismo a uma mulher, e sua causa digna, mas isso soma ao feminismo, independente de que polo esteja.


Qual o medo dessas pessoas em votarem num homem que possuí uma virilidade discursiva, que fez apologia a pessoas notadamente más. No fundo Bolsonaro é um iludido de suas próprias ilusões, que conseguiu conquistar votos de pessoas que só enxergam a facilidade, imprecisa, na prática de sua retórica.




Caro presidente, o socialismo nunca foi uma ameaça real para o Brasil (Nem em 1964, quando Jango negociava com altos figurões); A bandeira brasileira jamais será vermelha pois nosso espírito conservador nos fez herdar esse moldelo desde o império; Não ataque nossos professores, e não os acusem de doutrinação pois eles lutam todos os dias para um educação de qualidade e de formação crítica para nossas crianças; Não criminalize os LGBTQI que só buscam um espaço de amor na sociedade e não queira estar acima de todos, as minorias precisam de apoio e transformações para uma país mais justo.


Um governo que nasce no otimismo e muito provavelmente não conseguirá ceder espaços a todos que os apoiam, possivelmente ficarão cegos pela arrogância de uma certa autenticidade que justificará medidas duras e extremas e que irão doer na carne de muitos, e pouco a pouco terá sua popularidade nas canelas. Só lhe digo uma coisa caro presidente, torço pelo Brasil, torço pelo governo, mas saiba que a máxima política é certeira que se não acertar todo apoio na prática democrática se transformará em desprezo, tão logo em meio aos grito de Mito digo Senhor, está é uma boa hora para o arrebatamento.



Agradeço o chargista Passe por ilustra esse simples texto.







.

POSTS RECENTES: