A estupidez de um fio branco.

​ Hoje é meu aniversário, sim estou em pleno aniversário escrevendo mais um texto para o blog, e hoje acordei e como surpresa não havia nenhum presente caro (seria bem difícil com a atua economia), não encontrei nenhuma celebridade e nada de tão fantástico aconteceu. Só que pela manhã vi no espelho um logo e solitário fio branco na minha barba. Juro que estava preparado para encarar o sinais do tempo, que seria algo natural e corriqueiro que acontece com todo mundo, mas admito que não foi bem assim.


Me lembrei de uma série de coisas, de como foi até chegar a esse dia, e como tantas pessoas que conheci e depois desapareceram da minha vida, lembrei de quem amei e daquelas pessoas que jamais vou me esquecer. Olhando para o espelho percebi que os anos de uma forma ou de outra deixam suas marcas, olhei no fundo dos meus olhos e por um segundo retomei aquele universo todo de planos, sonhos e vontades.


Lembrei de como há anos atrás imaginei esses tempos, e como a realidade foge a qualquer expectativa, jamais imaginaria que pessoas que ama tanto e eram tão próximas não estariam mais perto de mim, algumas por não existirem mais e outras que se afastaram, ou pior, que eu me afastei. Nesse momento já estava terminando de escovar os dentes, passei a mão novamente sobre a barba para ver se não era resto de creme dental, definitivamente era um fio branco.


Estava em casa e minha mãe fez um almoço especial, bife á parmigiana para você que se sentiu curioso, mais tarde fui buscar um bolo para comemorar esse aniversário. Minha mãe sempre disse que precisamos comemorar, mesmo nas mais terríveis crises -Nem que for com água com açúcar ela sempre diz. E assim foi um dia um comum, sem nenhuma extravagância e com muitos e-mais comerciais, inclusive do plano de saúde.


Ainda bem que estou aqui, se tudo fosse como exatamente imaginássemos seria um tédio, uma monotonia sem tamanho. Expectativa nos faz planejar e sonhar, é isso que nos faz agir nesse mundo tão louco e selvagem, se houvesse só o passado vivíamos chorando o que fomos e o que não fizemos, se houvesse só o presente só pagaríamos os boletos em dia, lavaríamos a louça xingando e se saciaríamos a cada bom jantar... Ainda bem que há o futuro, a expectativa e a esperança que nos faz agir e ainda bem que quase nada acontece como planejamos. Sobre os estúpidos fios brancos? eles servem para nos jogar na cara que o tempo da vida passa tão rápido quanto eles podem surgir.











.

POSTS RECENTES: