O Luto não usa preto



O Luto visitou a minha casa, já não é a primeira vez, é verdade! Desta vez chegou mais de repente do que das outras vezes e surpreendeu até o maior dos descrentes. Ele chega rápido, mas caminha devagar, cada passo que dá mais gente o percebe, até gente da outra ponta esticam o pescoço para vê-lo, e como é um homem alto, logo percebem sua chegada e quem pode, por respeito também vem. E eu ainda não achei a qualquer coisa!


O Luto está longe de ser uma pessoa mal-educada, mas o seu jeito de cumprimentar as pessoas, sua forma distante e com de ar de despedida afastam aqueles que sobrevivem apenas dos respingos cotidianos. O Luto não usa preto, eu não sei quem inventou isso, deve ter sido algum rei europeu. Ele veio com um casaco de lã marrom, com motivos geométricos, óculos de tartaruga... Meu Deus não lembro das suas calças e cabelos. Só do cheiro da roupa guardada e flores. Fazia frio? Não lembro.


Antes toda hora vinha alguém, seu silêncio incomoda. Que gosto é esse que fica na boca? Tenho a certeza que hoje a tristeza não vai ser passageira.

Com o Luto descobri que não tem birra, troça e não adianta espernear, a grafia se foi, as habilidades sumiram, as manias não mais incomodam, a voz se calou, e eu nem posso dizer “Eu avisei”, como sempre faço... fazia, desculpa, mas ainda confundo o novo tempo verbal.


Se a Morte é certeira e rápida, o Luto é democrático e lento. Chega em todos os gêneros, cores, credos e classes sociais, e não adianta reclamar, dizer que basta e querer dar ponto final, sim o Luto tem esse ar irritante de professor que te deixa de final, mas é assim, chega rápido e caminha devagar.


Como acaba? Da última vez foi no meio de uma confusão, de várias risadas vazias, conversas soltas, verdades enganosas e após muita solidão acompanhada, é que ele vai partir, assim, sem se despedir – e te digo que é melhor assim – Ele vai embora como um amante fervoroso e indesejável num baile de carnaval, você nunca o esquece, não quer encontrá-lo novamente... Mas no fundo sabe que inevitavelmente irão se cruzar novamente, pois é o alto preço dos vivos.


POSTS RECENTES: