Carta ao pai


O título desse texto não é nada original! Possivelmente você me criticaria pois desde muito cedo houve uma cobrança grande de você e da mamãe para que eu fosse não somente um bom aluno, mas sim o melhor da classe. Hoje você faria setenta anos, e isso me atordoou o dia todo. Lembro-me que fazia muitos planos para os seus setenta anos, nos falava de uma chácara com com ipês amarelo pelo carreador que levaria até a casa. Lembro-me que desejava que esse casa fosse de madeira e pintada com tinta óleo azul assim como era sua casa quando era criança; falava do seu jardim com orquídeas raras, e de um pomar cheio de vida e sabor.


É pai, você faz uma falta danada por aqui. Por muito tempo eu sabia tudo que você faria se estivesse aqui, mas depois de onze anos eu me pergunto como você se enquadraria nessa mundo que mudou tanto, esses dias me esqueci de uma das sua frases que te davam uma identidade única. Não me poderia me perdoar por deixar esquecer seus bordões, mas eu sei que se estivesse aqui me receberia com aqueles olhos cheio de carinho e entenderia meu esquecimento e me ensinaria novamente aquela frase. Mas você não está, e sobra só um calo quente na garganta que nos dificulta engolir.


Lembro que adorava passar contigo, sentava no carona do Opala Marrom e íamos pra todo lugar. Sim, hoje vejo que eram lugares simples, mas você não faz ideia como estar ao seu lado me fez ser esse homem que busca de tudo para te orgulhar. Uma vez, estávamos viajando com a mamãe, e estava quieto para chegar na casa de parentes que há tempo não encontrávamos, eu lá no banco de trás perguntava o por que de viagem tão longa, e você me disse com sua voz rouca: Aproveite a viagem, vai que é muito melhor que a chegada. De fato, não gostei muito daqueles dias e só pensava na viagem da volta, nela vimos um raio pegar uma arvore enorme, eu uma criança assustada fiquei triste com aquela grande árvore, mas ela havia se rachado ao meio e você achou a imagem incrível. Você olhou pra mim e disse: A natureza é assim, e a tristeza nesse caso é linda.


Sabe pai muita coisa aconteceu, ganhei direito depois perdi, fui realizar meus sonhos e depois quebrei a cara com a realidade, e amei... ai como eu amei meu pai, e fui traído. foram reveses sucessivos, fui tocado pelo desespero, mas encontro lá no fundo, tudo junto, no nascedouro, a semente dos seus ensinamentos (até mesmo dos involuntários). Ja me vi, assim como você, diante dos feridos tentando juntar seus cacos, mortos colocados de lado pelos caminhos, lembro-me como você os recolhia e os assistia, aprendi com você meu velho que a solidariedade não deve ser somente por questão divina ou religiosa, que devemos sempre fazer o certo por mais que isso possa ser ruim, pois se é o certo não tem porque ser ruim, e que todo ato bom não deve ser anunciado por trombetas mas somente por um sorriso de quem ajuda para aquele que é ajudado.


Depois que você se foi, pensei em todas nossas brigas e de como você em vários momentos era um pessoa muito difícil, li o livro "Carta ao pai" de Franz Kafka, tratava-se de um livro desabafo, por considerá-lo tirano, ditador e que, provavelmente, tenha exercido influência direta em suas obras, pelo caráter irônico da existência e do culto extremado do absurdo. O pai, no entanto, jamais recebeu a carta, assim como seus setenta anos nunca chegaram e essa carta tornam-se apenas palavras soltas.


É papai, sua chácara nunca se tornou realidade, apesar de ter as imagens nítidas de como ela é na minha mente, lá vejo você tão feliz de botas e bermudas claras toda suja. Confesso que até hoje visito na minha imaginação esse não lugar só para tirar férias de alguns minutos ou segundos e estar contigo feliz e te ajudando. Nessas horas eu choro, muito mais do que quando você aplicava merthiolate nos meus ralados - sabia que hoje já não arde mais e quase ninguém usa. Choro de saudade e jamais poderia admitir que a tristeza poderia ser linda.




PS- Para seu pai, escreva em letras garrafais e diga o quanto ama seu pai, mas se ele aqui não se encontrar mais aqui como o meu, saia do seu limitado casulo, dê asas à sua imaginação e entre com ele no mais perfeito sincronismo de espírito e corações.


.

POSTS RECENTES: