Donald Trump, após a poeira baixar!



Há dez dias o brasil acordava boquiaberto, o mundo não acreditava que Donald Trump conseguiria a maioria dos delegados e se tornaria o próximo presidente do E.U.A., nada mais nada menos que a maior economia do mundo. Que atualmente está ocorrendo uma onda liberal já não é novidade e instituições tão sólidas e direitos tão enraizados passam a ser questionado e contra-argumentados a todo instante. Uma lástima de alguns e uma libertação para outros.


Estava numa semana de conturbada, alguns alunos e colegas me perguntavam o que possivelmente escreveria nesse blog - até recebi um e-mail de um rapaz querendo saber meu ponto de vista. Não sabia o que dizer - cheguei a ler uma dezena de textos sobre Trump- e a grande maioria destacava seu ponto de vista intransigente e como seria seu governo retrógrado. Admito que não acreditava na sua vitória, mesmo após oitos anos de administração dos democratas. Trump demonstrou que o estadunidense se enxerga muito mais amargo no espelho, as respostas das urnas não são um voto de confiança nele, mas um ato de grande ódio em prol do American drean.


Cheguei a sentar na frente do computador e escrever algo, desisti! e decidi fazer aquilo que meu pai me ensinou - nessas horas seus conselhos tornam-se atuais mesmo ele tendo partido há dez anos - decidi esperar a poeira baixar.


Vi amigos liberais comemorando a vitória do magnata que defende política nacionalistas e de proteção comercial dos Estados Unidos, vi gente aplaudindo a derrota da democrata Hilary Clinton colocada como a "Dilma americana", por mais que a esquerda nos E.U.A. seja mínima. O mundo estava virado e era preciso a poeira baixar, nesses dez dias Trump já alinhou seu discurso a níveis aceitáveis pela economia, ele não está sozinho e os Republicanos tem um plano de refazer o projeto presidencial.


Torçamos para a poeira abaixe, e assim o mundo possa ter uma visão límpida e transparente, que Trump tenha utilizado somente da retórica. Trump não apresentou um plano de governo, apenas ideias desconexas e pouco executáveis, segundo esses pontos de vista ela é ruim para nos latinos americanos; ele é ruim para os liberais; para a Europa e seu bem estar social... Tomara que quando a poeira baixar não reste apenas pó.




.

POSTS RECENTES: