"Ideologias de manchetes" só minimizam e esvaziam os debates políticos ​



Que não se lembra das frases de Lula se comparando a Jesus Cristo, Eduardo Cunha se colocando como vítima do sobre os Trustes, e a última que ganhou repercussão nacional foi uma frase atribuída ao Ministério público federal "Não temos provas, mas temos convicções" ganhou as redes sociais, e de imediato apareceram a galera do "não foi bem assim" dizer que tudo não passou de uma má interpretação ou má fé mesmo.


Ao observarmos a história, percebemos que há frases que ganharam o mundo e ainda hoje inspiram e arrepiam as pessoas, podemos citar a inspiradora "I have a Dream" de Luther King (assim mesmo em inglês que fica mais chique) ou a nefasta "Uma mentira dita repetidamente várias vezes torna-se verdade" do mentor da propaganda nazista Joseph Goebbels estão tão presentes em nossa comunicação oficial


É da natureza humana criarmos sistemas ou esquemas que simplifiquem grandes conteúdos, e claro, que as mídias e redes sociais utilizam desse recurso pra atrair views e clicks que cada vez mais é necessário vídeos e textos curtos. Mas é necessário uma cuidado grande já que não necessariamente um título chamativo trata-se da realidade, e quase sempre esvaziam os debates.


A história mostra que a manipulação de discurso e a minimização da imprensa já provou que sistemas totalitários utilizaram muito bem dessas armas.




.





POSTS RECENTES: